• Web Mail
  • Ingles
  • Espanhol

Home / Prêmio Aramida - Mercúrio & Teijin

Prêmio Aramida - Mercúrio & Teijin

 Mercúrio e Teijin Aramid comemoram prêmio de excelência global



•   Correia de aramida é fabricada no Brasil com exclusividade pela Correias Mercúrio
•   Vantagens do produto incluem economia de até 25% no consumo de energia e vida útil até quatro vezes maior do que outros tipos de correias

A consultoria internacional Frost & Sullivan, que realiza anualmente a premiação Global Enabling Technology Leadership Award, uma das mais relevantes do meio empresarial global, acaba de premiar a Teijin Aramid, fabricante da fibra de aramida Twaron que compõe a Correia de Aramida Mercúrio. O prêmio exalta a qualidade da solução de aramida, considerada líder em aplicações sustentáveis na indústria global de correias transportadoras. 
 
Fabricantes de todo o mundo foram analisados pela Frost & Sullivan, que comprovou a excelência dos produtos de aramida da Teijin. O prêmio destaca a “performance inigualável” que a solução Twaron da Teijin Aramid confere às correias transportadoras.
 
“Estamos felizes e orgulhosos com o reconhecimento de um importante parceiro como a Teijin Aramid que, assim como a Correias Mercúrio, prima pela qualidade de seus produtos por meio da constante inovação tecnológica. Nossa sinergia está na busca para oferecer continuamente as melhores soluções aos nossos clientes”, comenta Ivan Ciruelos, CEO da Correias Mercúrio.

 
Fabricante exclusiva da correia de aramida no Brasil, a Correias Mercúrio conhece e promove os benefícios da fibra de aramida Twaron. 
 
Composta por uma única lona, com fibras cinco vezes mais forte e cinco vezes mais leve que o aço, e com características de alta resistência e flexibilidade, a Correia de Aramida Mercúrio é indicada para aplicações severas, demonstrando eficiência superior contra rasgos e rupturas e alta absorção de impacto.
 
Muito econômica, a Correia de Aramida Mercúrio possui extensa vida útil – até quatro vezes maior do que outros tipos de correias transportadoras – além de reduzir o consumo de energia em até 25%. 

Caso de sucesso: aplicação em britador primário de calcário

Problema recorrente em diversas indústrias, a baixa vida útil das correias utilizadas em britadores primários causa uma série de dificuldades que atrasam a produção e acarretam grandes prejuízos com paradas não programadas e acidentes. Caracterizadas por uma operação com alto índice de impacto e rasgos nas correias, uma empresa do ramo cimenteiro vinha sofrendo com diversas ocorrências de rupturas e rasgos em sua correia da britagem primária de calcário. 
Os problemas diminuíam ou até mesmo interrompiam a produção; a solução que estava à disposição das empresas era a prática recorrente das emendas nas correias danificadas. Em casos mais severos, no entanto, a correia precisava ser substituída por completo, o que demandava grande esforço e tempo de parada do equipamento.
Depois de um trabalho desenvolvido com a equipe de Engenharia Aplicada e Assistência Técnica da Correias Mercúrio, reconhecida em todo o país por sua excelência em projetos, foi indicado ao cliente a substituição da correia por outra, de diferente especificação: Correia de Aramida Mercúrio. Os ganhos reais na produção foram notórios: 
- A correia, que continua operando desde sua instalação, já atingiu vida útil 3 vezes maior que a especificação anterior (de 4 para 12 meses) e deve  aumentar esta vantagem.
- Durante este período foi registrada a ocorrência de um acidente com uma barra de aço, que atingiu a correia em operação. Apesar da severidade do evento, não houve propagação do rasgo na correia. 
Além das vantagens identificadas acima, a cliente do ramo de cimenteiras reporta também a diminuição no consumo de energia, o que é materializado em custos menores e, consequentemente, maior rentabilidade na operação.
 Com uma composição robusta, resistente a grandes impactos, rasgos e rupturas, além de mais leves, as correias de aramida da Mercúrio fazem a diferença na rotina das cimenteiras, agregando índices mais positivos e que impulsionam a produção do setor.